Dicas da Nana

Saúde, Viagens e muito mais.

Mês: outubro 2018

Os 7 exercícios que mais queimam calorias

O ritmo alucinante da vida moderna faz com que o tempo seja o mais valioso e escasso. Mas para estar saudável, o exercício físico não pode faltar na rotina e encontrar um momento para fazê-lo torna-se um desafio.

Leia tambiénMantené seu corpo saudável com apenas 10 minutos de exercício intenso

Ramona Braganza, a técnica das celebridades de Hollywood, explica quais são os exercícios que mais queimam calorias em apenas meia hora.

A patinação é a melhor atividade para queimar calorias.

1 – andar de Skate com rollers (425 calorias)


Quando se trata de queimar calorias em pouco tempo, a patinação é o número um. Este exercício permite trabalhar especialmente os músculos das pernas e dos glúteos. A técnica adverte para “não colocar muita tensão nos joelhos e outras articulações”.


Para aumentar a eficiência Bragança aconselha intercalar um minuto de patinação duro com outro de intensidade moderada.

Você pode correr acompanhado, o que contribuirá para que seu treino seja mais suportável.

2 – Correr (374 calorias)


Assim como o skate, o running trabalha os principais músculos das pernas e a cauda. Bragança explica que, para tirar o máximo proveito de cada passada, “você tem que mover os braços perto do corpo, sem inclinar para a frente, e não levantar muito os pés do chão. Para diminuir o impacto, há que apoiar corretamente o pé sobre a superfície que se use para correr”.

Saltar a corda é um exercício simples e eficaz para a perda de calorias em pouco tempo.

3 – Pular corda (340 calorias)


É o exercício mais comum no treinamento de pugilistas, eles o usam para perder peso rápido antes da pesagem oficial. Além disso, não vai precisar ir a um ginásio para praticá-lo. A corda não deve exceder a altura das axilas, quando estamos de pé.


Para que dê resultado, você tem que saltar com os pés ligeiramente separados e o corpo bem direito, levantando apenas os pés do chão, os saltos não devem ser muito elevados.


O treino com corda pode ser realizado em diferentes velocidades e estilos: convém alterar repetidamente a velocidade, às vezes lento e outro rápido; alternar os saltos com um pé e com as duas, você também pode pular corda enquanto se corre.

Embora não o faça, a à perfeição, o hula hula ajuda a queimar calorias.

4 – Hula-hula (300 calorias)


Este exercício, possivelmente, lembrar-se mais para as atividades dos meninos na escola que a uma rotina própria de academias de ginástica. Mas Bragança conta que é a preferida de várias celebridades de Hollywood , como a cantora Beyoncé, e irá ajudá-lo a tonificar os músculos das pernas e o abdômen.


Para fazer este exercício, você precisa de um aro de tamanho adulto, são maiores e mais pesados do que os aros das crianças, o que fará com que sejam mais fáceis de virar. O aro adequado é aquele cuja altura chega até a metade do peito.


Bragança explica que este exercício se realiza de pé, fazendo girar o aro ao redor da cintura “Para começar, com um pé na frente do outro e empurre o peso para trás e para frente. Embora o movimento não seja perfeito, não há com que se preocupar, porque assim também se queimam calorias”.

Leia tambiénEstos são os exercícios mais eficazes para eliminar os rolos nas axilasJogar futebol é uma atividade que queima calorias.

5 – Jogar tênis ou futebol (282 calorias)


De acordo com a Harvard Health Publications, a taxa a que se queimam calorias durante um jogo de futebol é comparável com uma partida de ténis ou andar de patins no gelo.


Falando sempre de meia hora de atividade, das pessoas que pesam entre 70 e 85 quilos queima cerca de 260 e 311 calorias.

Dançar, além de ajudar a queimar gorduras, levanta o ânimo.

6 – Dança (221 calorias)


De acordo com a treinadora, esta atividade não é a que mais queima calorias no grupo de exercícios escolhidos, mas é fácil de fazer porque você pode fazê-lo em sua casa, e além de ser eficiente para queimar calorias, levanta o ânimo. “A chave para queimar gordura durante o baile é manter um ritmo elevado”. Para isso, Bragança aconselhado a escolher músicas com ritmos rápidos como o latino.


O ideal é carregar em seu computador 30 minutos das músicas que você mais gosta. “Começar com uma música que inspire-se para arrancar com energia, depois de passar músicas com ritmos cada vez mais rápidos e diminuir a intensidade para os últimos 5 minutos”, precisa.


O interessante dessa atividade é que lhe permite trabalhar todos os músculos do corpo ao ritmo da música.

A caminhada leve é um exercício que, além de queimar calorias, ajuda a limpar a mente.

7 – Andar rápido (170 calorias)


O ritmo ideal para queimar calorias durante a caminhada se mede pela possibilidade de falar enquanto o fazemos. Bragança explica que “se vai com qualquer pessoa e ainda pode manter uma conversa, você tem que aumentar o ritmo. Quando não puder falar, essa é a intensidade que você tem que manter“.


Os passos devem ser rápidos e curtos, manter o tronco ereto e mover os braços para frente e para trás, acompanhando o passo. Há que apoiar primeiro o calcanhar e depois o resto do pé.

Leia tambiénLos benefícios de passear entre as árvores

Dentro de suas possibilidades, escolhi caminhar por um parque ou espaço cercado de árvores, já que, além de ajudar a queimar calorias, fará com que relaxa sua mente e você vai se sentir melhor.

10 lugares incríveis que ver na Ásia

Ásia, continente em que a maioria de viajantes nos sentimos felizes, esse lugar que acopla e onde todos queremos voltar mais cedo do que tarde. Neste canto do mundo que é uma explosão de cores, sabores, cheiros e sensações, muitas vezes, difíceis de explicar. A ásia, este nome ao qual você com certeza, vai ficar ligado para sempre uma vez que tenha posto um pé nele. Apesar de que em qualquer lugar que você visita sempre será uma escolha acertada deixamos uma seleção de 10 lugares incríveis que ver na Ásia.


1 – Taj Mahal. Índia


Uma lágrima no rosto do tempo, assim chamam ao monumento mais belo construído por amor. Não seremos nós os que neguemos tal afirmação é que qualquer adjetivo, por tópico que possa parecer, é curto quando se está frente a essa incrível obra do ser humano. O Taj Mahal é incrível, majestoso, extremamente belo, até ralar o obsceno em momentos como o amanhecer ou o entardecer. Aconselhamos a não ficar apenas com a vista mais típica. Aproxime-se quando o sol está a ponto de entrar para a margem oposta do rio Yamuna e você deliciar-se com umas vistas únicas do mausoléu.


taj-mahal


Conheça um pouco mais em nosso post sobre o Taj Mahal



2 – A Grande Muralha. China


Com 21196 quilômetros de comprimento, de 6 a 7 metros de altura e de 4 a 5 metros de largura, a Grande Muralha da China é um símbolo não só do país, mas também do mundo e é que não há viajante que não tenha sonhado alguma vez com pisá-la.
Recomendamos que fuja das áreas mais próximas a Pequim, como Badaling, que podem ser bastante turísticas e te animes-o a mergulhar no Grande Muralha através de um de seus trechos menos restaurados, como por exemplo, a área de Jinshanling ou Simatai, entre as quais se pode fazer um trekking, bastante árduo, mas que deixará algumas imagens que não se apagará nunca de tuas retinas.


-grande muralha-china


Conheça um pouco mais em nosso post sobre a experiência de realizar o trekking entre Jinshanling e Simatai


3 – Borobudur. Indonésia


Considerado o monumento budista mais grande do mundo, Borobudur é um grande mandala esculpido em pedra, em que depois de percorrido no sentido dos ponteiros do relógio, chegaremos à sua parte mais alta, lugar que representa o Nirvana.
Recomendamos chegar à primeira hora da manhã, quando o sol começa a despontar após a vegetação, para poder desfrutar do local praticamente em solidão.


borobudur


Conheça um pouco mais em nosso post sobre a experiência em Borobudur


4 – Bagan. Mianmar


Cada vez mais turístico Bagan é um daqueles lugares em que os templos, pagodes e uma energia especial se unem para formar um dos 10 lugares incríveis que ver na Ásia.
Se você pode, não perca sobrevoar todo o conjunto em um balão, uma experiência não muito econômica, mas que com certeza, vai deixar uma lembrança inesquecível.


bagan


5 – Shirakawa-go. Japão


Aproximar-se a este povo japonês tradicional dos alpes é retroceder no tempo. Se a isso somarmos a possibilidade de chegar até aqui, no inverno, quando a neve se apodera da paisagem, garantimos que vai ser muito difícil dar as costas a uma das paisagens mais incríveis do país.


shirakawago


Conheça um pouco mais em nosso post sobre Shirakawa-go


6 – Maldivas


Se o paraíso tivesse seu próprio nome, este seria, sem dúvida Maldivas. 1.190 ilhas coralinas, em 26 grandes atóis banhados pelo Oceano Índico que nos mostram a cara mais perfeito da beleza, com praias de areias brancas, águas turquesa e cristalinas, rodeadas de palmeiras que fazem das Maldivas um verdadeiro paraíso, fora e dentro da água.


maldivas


Conheça um pouco mais em nosso post sobre Maldivas


7 – o Buda de Aukana. Sri Lanka


Tirar os sapatos, avançar alguns metros e encontrar frente a frente com o Buda de Aukana, uma das imagens de Buda, mais belas do que você poderá ver no mundo. Impõe. Não em vão, são 13 metros esculpidos na rocha, que nos mostram um dos melhores exemplos, segundo dizem, as esculturas de Buda de pé.
Relaxe, aproveite o silêncio e fúndete com um dos lugares mais incríveis do Sri Lanka.


aukana


Conheça um pouco mais em nosso post sobre o Buda de Aukana


8 – Praias da Tailândia


Há muitos tipos de praias, melhores e piores, e em seguida, estão as praias da Tailândia. E é para vir a este país e não passar alguns dias em suas praias é quase como não ter estado. Se bem que hoje em dia muitas delas estão muito masificadas, ainda existem muitos lugares em que se mantêm essas imagens de cartão-postal que todos temos na cabeça quando pensamos nas praias da Tailândia.


praias-tailândia


9 – Angkor. Camboja


O que podemos dizer de Angkor que não foi dito? Absolutamente nada é que Angkor é esse tipo de lugares que as fotos não fazem justiça e não há nada melhor do que vê-los em pessoa, e manter para sempre a imagem na retina. Como participar?


angkor


10 – Baía de Halong. Vietname


Barcaças com velas de cor ocre, balançam entre as figuras impossíveis de rocha que se formam no interior de uma das mais belas baías do mundo. Entrar nela, seja por algumas horas ou por alguns dias, em um dos barcos que fazem rotas diferentes, é um dos melhores recordações que você pode levar de um dos países mais incríveis da Ásia.


bahia-halong


Todas as imagens sem marca d’água foram cedidas por Shutterstock


Outros artigos interessantes:

Compartilhe este post em suas Redes Sociais
Share on FacebookFacebook0Tweet about this on TwitterTwitterShare on Google+Google+0Pin on PinterestPinterest0Share on LinkedInLinkedinEmail this to someonee-mail

maca peruana

Maca peruana


Muitas pessoas ainda não ouviram falar da Maca, mas cada vez são mais os que conhecem as suas magníficas propriedades. Quem sabe de seus benefícios são as suas principais prescritores e também os primeiros a recomendar seu uso para familiares e amigos.


A Maca é uma raiz originária do centro de Peru; cresce nas alturas, perto dos Andes e é uma das poucas vidas vegetais que existem na área. Foi considerado um elemento básico da dieta peruana desde há milhares de anos, a ser utilizada medicinalmente como um afrodisíaco e para curar uma variedade de doenças, como problemas menstruais, sintomas de menopausa, anemia, etc., no entanto, não tem sido até hoje em dia quando a ciência tem revelado que os peruanos tinham sempre soube: a Maca é um poderoso alimento com inúmeros benefícios para a saúde.


Seja para ampliar a saúde sexual ou simplesmente melhorar o bem-estar geral, a Maca é um ingrediente ideal que atua como um regulador hormonal e, além disso, é de grande ajuda para aumentar a energia e aumentar a libido.


Benefícios da Maca: Aumenta a libido e a fertilidade



A Maca não é chamada de “viagra natural”, sem que haja uma boa razão. De entre as várias propriedades benéficas que traz, os efeitos estimulantes da libido e a fertilidade são os que mais têm estudado.


Os peruanos frequentemente recorreram a esta planta para os mesmos fins, e as pesquisas científicas confirmam atualmente. Uma análise de quatro ensaios clínicos publicados na revista BMC Complementary and Alternative Medicine encontrou um efeito positivo sobre a disfunção sexual ou desejo sexual em mulheres e homens menopáusicos saudáveis.


Link para o estudo


Outro estudo, realizado no Departamento de Psiquiatria do Hospital Geral de Massachusetts, em Boston (EUA), forneceu Maca para os participantes, que sofriam de disfunção sexual induzida por inibidores seletivos da recaptação de serotonina (ISRS), e todos eles observaram um efeito positivo na função sexual. Além disso, chegou-se à conclusão de que a eficácia desta planta é diretamente proporcional à dose.


Link para o estudo


Por outro lado, a Maca também é útil para engravidar. Em uma investigação de quatro meses de duração, realizada na Universidade Peruana Cayetano Heredia, em Lima (Peru), os pesquisadores distribuíram suplementos de maca em homens adultos saudáveis e mostraram que esta produz um aumento do volume seminal, do número de espermatozóides e de sua mobilidade, ou seja, a capacidade de mover-se espontaneamente.


Melhora a memória e a capacidade de aprendizagem


Hoje em dia temos níveis de stress elevados, o que faz com que a população envelheça prematuramente. Este fato pode causar estragos em nossa capacidade de lembrar de coisas ou aprender outras novas. A Maca ajuda a combater estes efeitos: esta poderosa planta, na verdade, é considerado um adaptógeno, uma substância única que faz parte de um grupo especial de plantas ou ervas totalmente naturais, que ajudam os nossos corpos a lidar com os fatores estressantes.


Os nativos dos Andes peruanos fornecidos regularmente Maca para os alunos, já que centenas de anos de experiência demonstram um aumento do desempenho acadêmico. Vários estudos experimentais em animais puseram esta hipótese à prova: se comparou o efeito de diferentes variedades de maca em ratos e provou que esta tem efeitos muito benéficos para o aprendizado.


Link para o estudo


Link para o estudo


A Maca não só ajuda a pensar com clareza, mas que pode até mesmo melhorar a memória em pessoas com doenças cerebrais, como alguns tipos de demência senil: fornece um nível avançado de concentração, o que permite receber e reter melhor a informação e melhora o humor e a cognição.


Aumenta a energia e a resistência



Tanto se você é um atleta de elite que busca melhorar o desempenho, ou simplesmente quer sair com energia pela manhã, a Maca pode oferecer a solução adequada.


Em uma pesquisa publicada na revista Natural Products dividiram os participantes em dois grupos: alguns lhes forneceram Maca e outros Placebo. Depois de duas semanas de fornecimento, verificou-se que os que tinham consumido Maca se sentiam muito mais fortes do que aqueles que só tinham consumido placebo.


Do mesmo modo, outro estudo comparou dois grupos de ciclistas saudáveis e descobriu que os que tomaram o extrato de Maca durante 14 dias melhoraram o seu desempenho em uma prova de contrarrelógio do ciclismo de 40 quilômetros.


A Maca não só ajuda a aumentar a massa muscular, mas também fornece um impulso equilibrado e constante de energia para poder treinar mais duro e por mais tempo. Estes efeitos podem estar relacionados com a função da Maca como adaptógeno: se você tem uma melhor capacidade para lidar com os fatores estressantes, é possível se sentir mais enérgico e poder alcançar o desempenho máximo.


Reduz a pressão arterial



Além de todos os benefícios já comentados, a Maca tem uma ação de melhoria da saúde cardiovascular. Uma pesquisa realizada no Instituto de Pesquisas da Altura da Universidad Peruana Cayetano Heredia, em Lima (Peru) descobriu que a Maca é capaz de reduzir a pressão arterial sistólica e diastólica após 12 semanas de tratamento.


Devido a que a Maca é um adaptógeno, pode ajudar-nos a gerir da melhor forma os fatores estressantes, antes de que a nossa pressão sangüínea irá disparar. A Maca também é uma fonte poderosa de potássio, um mineral chave necessário para evitar a hipertensão.


Você pode encolher a próstata



À medida que os homens envelhecem, suas glândulas prostáticas tendem a crescer. Este efeito, conhecido como hiperplasia prostática benigna, é extremamente comum. Se bem que é tecnicamente inofensivo, pode ser, sem dúvida, muito chato. O maior desafio é continuar urinando adequadamente. Devido a que a alargada próstata obstrui o canal através do qual flui a urina, os homens que sofrem deste problema se despertam inúmeras vezes durante a noite para correr para o banheiro, e sentem que não podem esvaziar completamente a bexiga.


Vários estudos têm encontrado que a Maca é capaz de reduzir o tamanho e o peso da próstata. Foi demonstrado em um estudo realizado em ratos que padeciam de hiperplasia prostática benigna. Os pesquisadores suspeitam que os polifenóis encontrados na Maca poderiam ser os responsáveis por esta capacidade da planta.


De novo, esta é uma capacidade que realmente é preciso realizar ensaios In Vivo em humanos para poder assegurar a sua eficácia. No entanto, as evidências dos estudos levados a cabo até agora mostram que a Maca traz uma acção benéfica sobre este aspecto.


Melhora a saúde óssea



Um dos benefícios mais importantes da Maca é a sua grande capacidade para melhorar a estrutura óssea e fornecer proteção contra doenças nos ossos, como a osteoporose. Esta ação pode estar relacionada com os níveis elevados de cálcio biodisponível na planta.


Este é um fato muito significativo para mulheres pós-menopausa, já que 25% são afetadas pela osteoporose de acordo com os Centros para Controle e Prevenção de Doenças (CDC). De acordo com a Fundação Nacional de Osteoporose, 80% dos sofrimentos de osteoporose são provenientes de mulheres. Uma razão para justificar este fato é a diminuição do estrogênio após a menopausa, que protege os ossos e previne a perda óssea.


Deste modo, a Maca pode ser de grande ajuda para as mulheres pós-menopáusicas que buscam proteger a sua saúde óssea.


Onde encontrar suplementos de Maca Peruana


Mesmo com a crescente popularidade da Maca, ainda não é um ingrediente fácil de encontrar ou comprar. Isto é devido a que, segundo a lei peruana, é ilegal exportar Maca inteira sem processar. No entanto, a opção de compra de suplementos alimentares com uma significativa concentração de Maca é legal e acessível.



Os comprimidos Xgrow Up   contêm Maca peruana, sem processar e obtida com a melhor qualidade de agricultores locais, são a melhor possibilidade de acesso às multipropiedades de caridade desta planta.


Os suplementos do Xgrow Up são formulados com uma série de princípios activos que não só se darão todos os rendimentos e benefícios da Maca, mas que também irá ajudá-lo a evitar a deterioração, atenuar as típicas astenias das mudanças sazonais e renovar o vigor e a vitalidade de seu corpo, tanto física como mentalmente.


 

Barcelona acolhe o I Congresso de Mediação em Saúde. Estabelecendo Redes’ da Societat Catalana de Mediació em Salut

Barcelona recebe o ‘I Congresso de Mediação em Saúde, Estabelecendo Redes’, organizado pela Societat Catalana de Mediació em Saúde, entre os próximos dias 7 e 8 de junho.


Será Federico Mayor Zaragoza, atualmente presidente da Fundação Cultura de Paz, e que foi Director-Geral da Unesco, que dará a conferência de abertura, intitulada ‘A Mediação em Saúde como uma aposta no diálogo e à cultura de paz’.


Tal como destacou o presidente da Sociedade Catalã de Mediação em Saúde, Carles Garcia Roqueta, “as habilidades mediar já demonstraram ser uma ferramenta perfeita para preencher o vazio que existe na comunicação entre profissionais de saúde, paciente e de seu ambiente pessoal, é um modelo de resolução que está crescendo e a prova disso é a organização deste congresso”.


Além da inauguração, quinta-feira, 7 dar-se-á uma conferência de Maria Pilar Munuera Gomez, especialista em Mediação, apresentada pelo diretor-geral da Dret i Entitats Jurídiques do Dept de Justiça da Generalitat de Catalunya, Xavier Bernadí i Gil. Posteriormente será realizada a teatralización de um caso prático.


Depois será realizada uma mesa-redonda em que se apresentam Diferentes experiências nacionais e internacionais. Moderados por Rosa Heras Fortuny, coordenadora da Societat Catalana de Mediació em Salut (SCMS) participarão: Stella Alaball Giménez, mediadora da SCMS; João Luis Soto de Lanuza, do Serviço de Prevenção de Riscos Laborais., Madrid; e junto a eles ,Sarah Barclay, da Medical Mediation Foundation UK, uma organização que soluciona conflitos entre os profissionais da saúde e suas famílias e o italiano Roberto Ravinale, ceo da Sham, uma mútua italiana especializada em Responsabilidade Civil.


Quinta-feira termina com diferentes dinâmicas de consenso entre os participantes a propósito da elaboração do Manifesto de Mediação em Saúde, que será apresentado sexta-feira, 8.


A atividade de sexta-feira, centrar-se-á em diferentes palestras voltadas para a relação da Mediação em Saúde e as organizações. O psicólogo especialista em organizações, Joan Quintana, falará sobre como Construir relações de poderosas organizações para gerir conflitos.


Posteriormente, Beatriz Murillo Garcia e Cristina Martinez Vidal, ambas as transportadoras da SCMS, expostos Introdução aos sistemas. Para a Mudança de Paradigma, A implantação de sistemas para a prevenção, mediação e gestão alternativa de conflitos nas organizações de saúde.


A última mesa-redonda do Congresso estará dedicada a como integrar os pilares fundamentais da mediação nas organizações. A co-responsabilidade na génese e gestão de conflitos e as experiências das organizações de saúde.

4 Dicas para organizar a compra

Normalmente, a compra é uma obrigação que temos que fazer para poder comer. Muitas vezes, é algo chato do que fazemos depressa, empurrando um carrinho e enchendo-o com produtos divertidos, que às vezes nem precisamos. Ou seja, muitas vezes, compramos de forma irracional, empurrados pelos desejos do momento, de forma automática, e o mais rapidamente possível.


Assim, lamenta a bióloga e nutricionista Federica Trombetta em uma entrevista com Infosalus, por ocasião da publicação de seu livro ‘Poker a dieta’ (Desclée de Brouwer), um manual sobre o que levanta a começar a dieta como uma partida de poker e onde fazer compras é uma parte fundamental.


“É muito importante se organizar a compra previamente. Representa o primeiro passo, o que vamos comer, e se eu vou fazer a compra sem organização, e, por exemplo, com fome, é provável que compre alimentos que não vão me apoiar na minha dieta, especialmente se eu estou acima do peso e quero começar a cuidar de forma diferente”, alerta a doutora em Ciências Médico-Forenses e coach profissional.


Assim, defende que a organização da compra representa também uma primeira oportunidade para que a pessoa que está em dieta projete quais podem ser os menus saudáveis que vai a seguir.


“Sabendo que eu preciso eu faço uma lista eficaz e fazer a compra de forma diferente. Bem sei os alimentos que vou comprar e como eu vou usar e me fixo muito no que a pessoa tome consciência de que os melhores alimentos que você pode comprar não são os pré-cozinhados, já que não nos apoiam em cuidar de nossa saúde , nem na perda de peso”, diz Trombetta.


Assim, sustenta que há que centrar a compra principalmente em frutas, verduras, os cereais, e sugere ser criativo e tentar inovar com novas receitas saudáveis, para ser fundamentada na hora de perder peso. Com isso, a especialista em nutrição revela as suas 4 truques para fazer do momento da compra de um aliado em nossa dieta:


1.- Não tenha inimigos em casa: “Evita comprar e ter em casa tudo aquilo que ainda não sabe gerir. Se você sabe que ter na despensa uma caixa de biscoitos de chocolate vai ser uma constante tentação para você, então não compre. Se você tem um capricho pontual de algo doce e realmente quer satisfazê-lo, fá-lo bem: celébralo”.


2.- Faça pequenas compras, mas mais frequentes, Muitas vezes tendemos a fazer uma única compra mensal para poupar tempo e acabamos comprando uma enorme quantidade de produtos enlatados (que têm muita quantidade de sal e conservantes), de produtos processados (comida pre-cooked, latas), e menos produtos frescos e de melhor qualidade (frutas, legumes, cereais integrais, legumes e produtos frescos). Além disso, não se estimula a experimentar receitas novas, descobrir novos sabores e sair da minha zona de conforto.


3.- Tem uma lista: Para poder comprar de forma diferente leva contíguo a uma lista. “Não me refiro apenas a uma lista de tudo aquilo que te faça falta. Antes de ir comprar planifícate mentalmente alguns menus saudáveis, ricos e saborosos para sua semana. Em Busca de novas receitas que lhe inspirem. Saiba mais sobre as propriedades de cada alimento e transforme-se em um especialista. Quando tiver os menus aponta o que precisa para prepará-los”.


4.- Olha as tags. Em sua opinião, aprender a ler os rótulos também é muito importante na hora de organizar a compra, porque você tem que saber que tipo de alimento que está comprando e se você nos apoia ou nos afastar de nosso objetivo, que é perder peso.


“Vou Te dar um exemplo: na hora de comprar produtos integrais não todo mundo sabe que a maioria deles não são de verdade. Com isso quero dizer que não são feitos com farinha integral, mas com farinha branca, à qual foi acrescentado um punhado de farelo. Então não estou a comprar macarrão ou pão integral de verdade, mas algo feito com farinha branca e refinada”, adverte a especialista.

15 truques para perder peso sem ter que fazer dieta

Perder peso pode ser uma tarefa difícil, você tem que equilibrar uma boa dieta, bons suplmentos como o Womax que é um emagrecedor que unido com uma prática esportiva moderada; mas perder peso não é só queimar calorias, é aprender a comer e a ter uma rotina saudável.


A utopia desejada por todos é poder perdê-lo, sem a necessidade de ter restrições em comida. Para isso, a doutora Paula Rosso, especialista em nutrição do Centro Médico Lajo Praça nos dá as dicas para conseguir:


1. Antes de dormir, dois copos de água: de acordo com um estudo da Sociedade Americana de Química, este gesto previne a obesidade e aumenta a perda de peso.


2. Dorme sesta sempre que puder: sem o descanso adequado, o organismo não pode completar seus processos depurativos e regenerativos. Dormir a sesta, em um contexto de alimentação saudável e vida ativa, sim, seria de grande ajuda na hora de perder peso.


3. Sol: sim é certo é que o défice de vitamina D está relacionada com o excesso de peso e acúmulo de gordura na região do abdômen. A vitamina D é lipossolúvel, ou seja, se acumula na gordura e há estudos que demonstram que a ação desta vitamina, juntamente com o cálcio estimulam o adipocito a utilização de gordura como fonte de energia. Por isso, é importante tomar entre 1000 a 4000 UI UI por dia. Bastam 20 minutos de exposição moderada ao sol dia.


4. Come picante: o picante, por um lado, contém capaisina, que tem efeito termogênico e, por outro, gera um efeito saciante.


5. “A dupla <


>”: pepino e grapefruit. Substitua o suco de laranja pelo de toranja. Rica em pectina, essa fruta ajuda a metabolizar as gorduras, em especial, quando tomado em jejum. O pepino, por sua vez, ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue, devido ao seu baixo índice glicêmico. Graças ao ácido tartronico inibe a transformação de hidratos de carbono em gordura.


6. A fruta, melhor entre as refeições: se você não pode renunciar a ela como sobremesa, as melhores opções são o kiwi e abacaxi. O kiwi contém uma enzima proteolítica chamada actidina, que, tal como acontece com a bromelaína de abacaxi, ajuda a disgregar as proteínas e favorece a digestão.


7. De sobremesa, uma infusão: por exemplo, o chá verde é perfeito, porque é um grande antioxidante por seu alto teor de catequinas e isoflavonas e, além disso, tem efeito depurativo. O mesmo acontece com o dente-de-leão, de ação detoxificante ou com o cardo mariano, que previne a peroxidação dos lipídios.


8. O melhor chocolate preto: é hipercalórico mas é fundamental, devido ao seu elevado teor em zinco, para reforçar o sistema imunitário e reduzir a inflamação. Nunca com leite, que é mais rico em gorduras e açúcares. A hora ideal seria à tarde, já que traz triptofano, um precursor da serotonina, o hormônio da felicidade e da saciedade.


9. Proteus-jantar: jantar apenas proteínas é uma boa costume, mas temos que tentar fazê-lo acompanhado de legumes de baixo índice glicémico. Há que evitar os hidratos de carbono, que são transformados automaticamente em acúmulo de adiposidade localizada.


10. Horário inglês: tenta adiantar uma hora os horários de suas refeições. Almoço à 1 da tarde e jantar às 8 é muito mais saudável e longa, nota-se na balança.


11. Sem gás, por favor: não engordam, mas podem inchar e causar distensão abdominal. Foge até da água com gás.


12. Use menos o micro-ondas: além de que devemos evitar os alimentos pré-cozinhados, há que ter em conta que submeter os alimentos a altas temperaturas faz com que estes percam vitaminas e princípios ativos.


13. Cozinha sazonal: quando encontramos, por exemplo, melões no inverno, isto quer dizer que foram submetidos a diferentes processos tecnológicos.


14. Momento pré-cama: um estudo diz que tomar 150 calorias na forma de proteína, 30 minutos antes de ir para a cama, estimula no metabolismo e aumenta a massa muscular. Tem sua lógica, nos fornece um aporte de aminoácidos que pode servir para construir massa muscular.


15. “Petiscos happy”: se você estiver indo para fazê-lo, é melhor optar por aqueles que provoquem uma queda de serotonina e endorfinas para que a alma não se feche. Os mais “felizes” são o aipo, brócolis, iogurte, aveia, amendoim e o espinafre.





12 dados que o mesmo não sabia

Completam-se Este ano os 100 anos da mal chamada gripe espanhola de 1918. Ele tem sido chamado de dentro de vírus da gripe ‘a mãe de todas as pandemias’ porque foi, provavelmente, a primeira grande pandemia de gripe conhecida e muitos dos vírus que já se estenderam ao longo do século XX têm relação com este. Aqui vamos conhecer os 12 dados que a caracterizam:


1.- “A origem não é clara, parece ser a de que poderia ser um vírus, provavelmente, de aves, que anos antes foi recombinando em mamíferos, em suínos e humanos, e surgiu este que se caracterizou pela sua alta mortalidade: 3% da população mundial (50 milhões de pessoas), e em Portugal cerca de 200 000″, diz em uma entrevista com Infosalus o doutor em Biologia e Professor de Microbiologia da Universidade de Navarra, Ignacio López-Goñi, quem precisa que a gripe normal em um ano podem morrer em torno de 400 pessoas atualmente.


2.- O mais intenso foram os meses de outubro e novembro, com um pico de mortalidade mundial. Em 1918, superaram as mortes, aos nascimentos e é por isso que há mais mortes que durante a Primeira ou a Segunda Guerra Mundial, e em menos tempo se concentram mais mortos do que com Aids em 25 anos.


3.- López-Goñi indica que este vírus não é que fosse especialmente virulento, mas sim produziu a favor do sistema imune, o que levou a uma destruição de tecidos respiratórios. “A maior parte morreu por complicações bacterianas posteriores. Em 1918, ainda não havia antibióticos”, lembra o especialista.


4.- As condições de guerra, o fluxo massivo de tropas nas trincheiras, o frio, foram o melhor cenário para que o vírus se propagase.


5.- Na sua opinião, não pode voltar a ocorrer uma pandemia como a de então. “Em troca, sim pode aparecer um vírus pandémico como aquele, mas que tenha as consequências de 1918, não porque as condições são diferentes. Agora as pessoas estão mais saudáveis, e comem melhor, além disso, existem antibióticos que não há nada contra o vírus, mas podem atuar em doenças bacterianas secundárias. Depois, contamos com vacinas que geram imunidade na população, além de antivirais. Embora possa haver pandemia de gripe não se chegou a esses números”, precisa.


6.- Enquanto isso, Victor Briones, professor de Saúde Animal e pesquisador do Centro de pesquisa de Vigilância Sanitária Veterinária (VISAVET), da Universidade Complutense de Madrid, precisa que houve três ondas epidémicas, “mas potente e que matou muita gente” foi no outono, embora a primeira teve lugar no final da primavera. “Até há dúvidas de que, com antecedência, em 1917 tivesse algum episódio que não se difundiu tão fortemente. E uma terceira onda, em 1919, e de menor intensidade”, apostila.


7. “Não é uma gripe unicamente espanhola. Teve lugar em todo o mundo. A classificação é derivada do fato de que, durante a Primeira Guerra Mundial, os países em guerra estavam sujeitos à censura, que não queriam fornecer dados sobre a perda de civis e de suas tropas, por isso, os jornais espanhóis se refletiram notícias, com precaução, mas não com tanta proibição, como a dos países beligerantes”, explica Costa.


8.- Parece que recentemente tem havido acesso a amostras de cadáveres na área do permafrost norueguês e foi possível caracterizar o vírus. “É aparentemente de origem aviária, provém das aves, e adaptou-se às pessoas de forma especial e singular, já que até então não conheciam o contágio de pessoa a pessoa do vírus influenza. Teve a capacidade de se transmitir de forma natural e em massa entre as pessoas, no tecido pulmonar, de tal forma que as s ou espirros levavam uma grande carga viral”, indica o especialista da UCM.


8.- Outra característica é que este vírus apresenta uma “particularidade estranha”: “o mecanismo patogênico dos vírus influenza intervém a ‘sensação de frio’ (uma proteína que usa o vírus de penetrar nas células do hospedeiro) e que precisa de outra para poder agir em a maioria de casos, e aqui o vírus se bastava por si mesmo”.


9.- Além da pandemia de gripe de 1918, houve outra em 1957, que gerou também milhões de mortos, e outra em 68, que também reuniu milhões de mortos, embora menos, mas derivados do vírus de 1918.


10.- O vírus influenza, a gripe é muito moldável, você pode facilmente mudar. Tem o genoma dividido em oito segmentos que podem realinhar entre eles. Por isso, podem-se gerar constantemente variantes do vírus, mesmo novos vírus, e cada um deles podem ter propriedades biológicas diferentes, como ser muito transmissíveis ou patogênicos, o que é difícil de combater em algumas ocasiões.


11.- “O vírus influenza de origem aviária tem como habitat natural o trato digestivo das aves. Trata-Se de uma das razões por que os veterinários prestam muita atenção a estes vírus”, diz Costa.


12.- Tal como nos casos recentes, a aquisição da doença das pessoas através das aves é por aerossóis contaminados (partículas de pó no ar, por exemplo). Se pode aspirar, por exemplo, o pessoal que atende os animais nas fazendas, ou por pessoas que, em seguida, as pescam em açougues.

10 coisas para fazer nas Ilhas Gili imprescindíveis

Há muitas coisas para fazer nas ilhas Gili, um dos pequenos paraísos que ficam na terra, perfeito para relaxar alguns dias, depois de uma grande viagem pela Indonésia.
Estas 3 pequenas ilhas Gili Trawangan, Gili Meno e Gili Air, que se encontram muito perto da ilha de Lombok, a menos de duas horas em um barco rápido de mágica Bali, podem-se percorrer em menos de duas horas andando e estão rodeadas de um fundo marinho espetacular, algo que a torna um dos destinos mais desejados para buceados e amantes do mergulho.
Gili Trawangan é a ilha que conta com mais infraestrutura turística, hotéis, casas particulares, bungalows, cafés, esplanadas a pé da praia, restaurantes, bares e empresas de mergulho, que farão com que você entediado em nenhum momento. Isso sim, não é a ilha mais adequada para os que procuram um espaço em que prevalece a tranquilidade já que as noites costumam ser movidas e na alta temporada, há muita gente.
Gili Air sempre foi o paraíso dos turistas de mochila às costas e, embora nos últimos anos está crescendo a um grande ritmo, esta ilha é uma opção perfeita para os que querem mais tranqüilidade do que em uma piscina de mergulho privada e com umas instalações e serviços em forma de vilas e restaurantes maiores do que em Main.
Gili Meno, situada entre Gili Trawangan e Gili Air, tem as zonas de praias mais bonitas e, além disso, é a mais silenciosa, pelo que poderíamos dizer que é perfeita para os casais e para os viajantes que buscam mais tranquilidade.
Em nossa viagem à Indonésia por livre passamos 5 dias nas ilhas Gili, enquanto que, em nossa última viagem a Bali ficamos uma semana em Gili Trawangan, com base em nossa experiência, fizemos uma lista com as melhores coisas para fazer nas Ilhas Gili.


Como ir para as Ilhas Gili


A opção mais rápida e confortável para ir as Ilhas Gili, quer seja a turismo Bali ou a vizinha Lombok, é com barco rápido. A maioria de viajantes chegam às Ilhas Gili em Bali contratando um pacote que inclui transporte desde o hotel, tem que estar localizado na zona centro-sul de Bali, até a zona de saída do barco de Padang Bay, mais o trajeto de barco rápido para a ilha escolhida.
Este sistema é o que nós escolhemos as duas vezes que visitamos e você pode contratar em qualquer agência de Ubud ou na cidade em que se hospeda. O preço está entre 70 e 90 euros, ida e volta, uma boa opção é reservar com antecedência o ticket a um preço parecido com uma agência de confiança.
Algo a ter muito em conta é que tem que estar muito atento na viagem de volta para a área de desembarque em Padang Bay, já que ao sair do barco há muitos locais pedindo o bilhete e perguntando a cidade a que te diriges. Não faças caso, já que não pertence às companhias de barco rápido. Em contra, o que você tem que fazer é continuar caminhando até o estacionamento e só subir na van que leva o nome da agência com a qual você contratou o pacote.


1. Ver o pôr-do-sol


Uma das melhores coisas para fazer nas Ilhas Gili é aproximar-se o momento do pôr-do-sol às alguma das muitas esplanadas que existem em primeira linha de praia para tomar uma bebida enquanto espera uma das melhores pores-do-sol do mundo.
No nosso caso, todas as vimos em Gili Trawangan, nosso lugar, que tem um espetacular pôr-do-sol com o vulcão Agung de Bali, de fundo. Em cada ilha você verá vários restaurantes e cafés a pé de praia, com cadeiras, espreguiçadeiras, mesas na praia e até música de fundo, para aproveitar o grande momento do dia, por isso que o único problema que você terá, será escolher em qual deles desfrutar de um dos momentos mais incríveis do dia.
A área do pôr-do-sol em Gili Trawangan, como nas outras ilhas, encontra-se perfeitamente sinalizado e embora você pode perguntar para ter a certeza, a melhor maneira de localizá-la são os vários balanços que há sobre o mar e que você não pode deixar de tirar uma foto de cartão postal, enquanto cai o sol e um potente vermelho ilumina o céu.

Pôr-do-Sol em Gili Trawangan

Pôr-do-Sol em Gili Trawangan



2. Praticar mergulho


As Ilhas Gili têm um dos fundos marinhos mais lindas do mundo, que farão as delícias dos amantes do mergulho. Deve ter em conta que há muitas zonas do recife que não se podem desfrutar fazendo apenas snorkel e embora você possa ver tartarugas e outros peixes em águas pouco profundas, os corais mais lindas e mais bem conservados, e os peixes maiores, estão a mais de profundidade.
Isso, além dos baixos preços dos cursos de mergulho, juntamente com a boa temperatura do mar e a claridade da água, o que tornam as Ilhas Gili em um lugar ideal para se iniciar no mundo do mergulho.
Neste último viajar, mas já tinha mergulhado antes, eu levei a dispor de mais tempo para me tirar o título Open Water scuba por um preço de 5500000 (mais ou menos 340 euros) na escola Cobertor Dive de Gili Trawangan, com Victor, um instrutor espanhol com o que eu tive a sorte de aprender muito.
Este curso pode ser em 3 dias, inclui 4 mergulhos no mar e é perfeito para aprender tudo o indispensável deste mundo.
Se você não tem muito tempo, você pode fazer um batismo de mar , que inclui uma imersão ou se já é mergulhador, reservar mergulhos.

Mergulho, uma das melhores coisas para fazer nas Ilhas Gili

Mergulho, uma das melhores coisas para fazer nas Ilhas Gili


3. Dar a volta completa à ilha


Gili Trawangan, a maior ilha de todas, não mais do que 3 quilômetros de comprimento por 2 de largura, e leva em torno de umas 2 horas para dar a volta completa à ilha passeando tranquilamente. Gili Memo e Gili Air são um pouco mais pequenas e podem ser contornado facilmente em uma hora e meia.
O melhor de dar a volta à ilha pela areia da praia, ou o caminho que vai em paralelo à costa, é que lhe permite ver todos os cantos da ilha, os pedaços mais bonitos de praia, os bungalows mais tranquilos e os restaurantes mais charmosos.
Por isso nós recomendamos fazê-lo no primeiro dia para descobrir esses lugares e ir outro dia com mais tempo do que você mais gostou. Na maior parte do dia nas Ilhas Gili a temperatura supera os 30 graus, pelo que é recomendável dar a volta justo ou antes do nascer do sol e, acima de tudo, levar água.
Outra opção é se virar com uma bicicleta alugada ou fazendo running.

Cercar Gili Trawangan

Cercar Gili Trawangan


4. Visitar as 3 ilhas


Fazer uma visita à uma ou às duas restantes ilhas é uma das melhores coisas para fazer nas Ilhas Gili. Há barcos locais, que saem de manhã e voltam à tarde, a um preço de cerca de 40000 rúpias (menos de 3 euros) o trajeto, que costuma durar cerca de 20 minutos.
Outra opção mais confortável, e sem perigo de ficar sem praça, são os barcos rápidos que partem a cada hora por um preço 80000 rúpias, embora haja que ter em conta que o último barco de volta às 5 da tarde.
Você pode visitar duas ilhas no mesmo dia, embora nós recomendamos visitar tranquilamente, apenas uma, saindo a primeira hora da manhã e voltar à tarde.
Se você tem este tempo pode dar tranquilamente a volta completa, tomar algo em alguma de suas varandas, fazer snorkel e depois de comer em um dos restaurantes charmosos, pegar o barco de volta.

Gili Meno

Gili Meno


5. Dormir em um bangalô


Uma das melhores coisas para fazer nas Ilhas Gili é se hospedar em um bangalô de telhado de palha, o seu alojamento mais típico. A maioria dos hotéis já são grandes resorts como o Vila Ombak em Gili Trawangan, em que ficamos em nossa primeira viagem, como em pequenas propriedades, têm uma área de belos bangalôs individuais.
Os mais caros, muitos com ar condicionado, algo quase obrigatório pelo calor da ilha, onde se situam perto do porto e da área de restaurantes, o problema é que muitas vezes a falta de tranquilidade e silêncio do que você pode imaginar seria viver em uma ilha, principalmente em Gili Trawangan.
Em áreas com menos infra-estrutura turística das ilhas encontram-se para nós os bungalows com um charme a mais, alguns com vista para o mar, que lhe permitem relaxar as 24 horas do dia. O problema de escolher o alojamento mais distante, é o tempo que você perde em viver, até à zona de restaurantes e locais e o momento da volta, se é de noite, há que ter também em conta que não há quase nenhuma iluminação no caminho.


Procure aqui a sua acomodação ideal em as Ilhas Gili.

Bungalows nas Ilhas Gili

Bungalows nas Ilhas Gili


6. Dar-lhe uma massagem, uma das melhores coisas para fazer nas Ilhas Gili


Se vier de Bali, você agradecerá que as Ilhas Gili possa desfrutar de seus fantásticos massagens. Depois de dar a volta na ilha não há nada melhor do que desfrutar de uma massagem de pernas recover ou depois de uma longa jornada de snorkeling ou mergulho, um tradicional massagem balinesa.
Existem muitos salões de massagens e de spa, nas Ilhas Gili, mesmo entre os mais recomendados encontram-se o Azure Spa em Gili Trawangan e o Slow Spa em Gili Air.


7. Columpiarte


Uma das coisas que têm se multiplicado nos últimos anos nas Ilhas Gili são os balanços sobre o mar, sobre tudo em Gili Trawangan.
Parece que ter um restaurante ou local, a primeira linha de mar não é completo sem colocar um balanço ou uma rede sobre o mar para que o cliente possa levar uma foto de cartão postal, e que não seremos nós os que lhe digamos, que não para esta atividade, que nos levará de volta à infância em um ambiente mais paradisíaco.
O mais famoso e um dos primeiros balanços das ilhas encontra-se em Gili Air, e é o que coloca o nome da ilha em madeira e que saiu em dezenas de fotos de Instagram.
A melhor hora para essa foto é ao pôr-do-sol e algo que há que ter em conta é que, tanto na abordagem como ao subir ou descer do balanço de madeira, há que ter muito cuidado, já que a maré da tarde sobe e um deslizamento ou pisar o corte coral, poderiam estragar o momento.

Balanços nas Ilhas Gili

Balanços nas Ilhas Gili


8. Fazer snorkel


As 3 ilhas Gili contam com o fundo marinho repleto de corais e peixes que junto à pouca profundidade e clareza da água e uma temperatura rondando os 30 graus, o convertem em um dos melhores lugares do mundo para a prática de snorkelling.
Ao redor das ilhas Gili há vários pontos para desfrutar do mergulho, o nosso favorito é o Turtle Point em Gili Trawangan, em que, além de ver todo o tipo de peixes tropicais e corais de cores, alucinarás com as enormes tartarugas que costumam estar nesta área.
Recomendamos alugar um kit de aletas, tubo e máscara por cerca de 40000 rúpias por dia (pouco mais de dois euros). Acima de tudo, se você não pegar as nadadeiras, deve-se ter cuidado ao pisar o chão, já que está cheio de corais e você pode ganhar uma boa ferida de lembrança.
Uma boa opção é fazer uma das excursões de mergulho com snorkel nas melhores zonas das 3 ilhas, que costuma durar umas 5 ou 6 horas e saem por cerca de 100000 dólares.

Snorkel em Gili

Snorkel em Gili


9. Comer frutos do mar na praia


Uma das melhores coisas para fazer nas Ilhas Gili é jantar um bom marisco ou peixe fresco em algum restaurante de praia. Estes locais com encanto dispõem de mesas em cima da areia da praia, a poucos metros da água, para desfrutar de um jantar inesquecível.
Comer marisco e peixe grelhado é muito popular entre os que visitam a ilha e, como não podia ser de outra forma, o prato estrela é a lagosta grelhada, com um preço em torno de 100.000 rúpias (6 euros), por cada 100 gramas, é um grande reclamação.
Nós a comemos duas noites a pé da praia no restaurante Scallywags, um dos mais famosos de Gili Trawangan e estava deliciosa.
Um dos lugares que você não pode perder é o Gili Trawangan Night Market, um mercado que anda cada noite, perto do porto, em que você pode experimentar todo o tipo de comida local, incluindo marisco e peixe fresco ao melhor preço.

Restaurantes a pé da praia do marisco

Restaurantes a pé da praia do marisco


10. Relaxar


Almoçar um bom prato de fruta, dar um passeio pela praia, deitar-se numa rede de descanso, dar um mergulho na praia, ler, fazer mergulho, comer uma tigela de salada ou massa de pão, ir para a piscina, desfrutar de uma massagem, ver o pôr-do-sol, ir jantar, frutos do mar, tomar um cocktail ou uma bebida em um bar enquanto ouve música, são apenas algumas das muitas coisas para fazer nas Ilhas Gili e que, em definitivo, resumo, como será o seu dia-a-dia, para relaxar, será uma das máximas de cada jornada.

Relax

Relax


Se você quiser nos ajudar a completar a lista dos 10 melhores coisas para fazer nas Ilhas Gili, acrescenta a sua nos comentários.

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén